Notícias


27/02/2017

Quaresma: Tempo Favorável à Conversão


 

“Eis aqui um tempo favorável; eis aqui os dias da salvação.” (2Cor 6, 12)


 

     Aproxima-se um belo e profundo tempo na Liturgia da Igreja: a Quaresma. Especialmente em nosso meio, dotado de ricas manifestações da piedade popular, a Quaresma, a Semana Santa e o Tríduo Pascal são sempre ocasiões muito aguardadas. De fato, a partir da celebração da quarta-feira de Cinzas, a Igreja se “reveste” de um forte espírito de conversão e preparação para, com Jesus, poder ir ao Calvário e, com Ele, ressuscitar.

     Durante os dias da Quaresma, toda a comunidade católica é convidada a ir ao “deserto”, isto é, a intensificar seus momentos de oração, penitência e caridade, percorrendo um caminho de “purificação interior” a fim de estar intimamente ligada ao Cristo que sofre por amor ao gênero humano. Para isso, é bom que o católico procure, de modo especial nesse Tempo Litúrgico, intensificar sua participação nas orações comunitárias (como Via Sacra, Setenário e, evidentemente, a Santa Missa), uma vida de oração pessoal ainda mais fervorosa e o encontro com a misericórdia do Senhor, no Sacramento da Reconciliação, a Confissão.

     Ao final da Quaresma, iniciamos a Semana Santa e, com ela, adentramos ainda mais intimamente nos mistérios da Paixão e Morte de nosso Salvador, Jesus Cristo. Finalmente, celebramos sua Ressurreição, ponto alto de nossa fé, para o qual converge todo o Ano Litúrgico e, mais especificamente, o tempo que vivenciamos.

     Como escreveu Dom Walmor, Arcebispo de Belo Horizonte, “A narrativa da Paixão, Morte e Ressurreição reativa nos corações dos discípulos as veredas do autêntico seguimento de seu mestre” (2009, p. 204). Sigamos nosso Mestre mais de perto! Não permitamos que esse Tempo favorável passe sem que saiamos dele renovados e ressuscitados com Cristo!
 


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
Jesus, o Salvador, Pedagogo Inigualável. Côn. José Geraldo Vidigal de Carvalho. Viçosa: Folha Artes Gráficas, 2016.

Na Escola do Salvador. Dom Walmor Oliveira de Azevedo. Belo Horizonte: PUC Minas, 2009.

José Mário Santana Barbosa